28 de mar de 2010

Entre(laços)

Engraçado esse amor todo que paira dentro de mim, é tanto, é tanta alegria, tanta felicidade e tantas coisas juntas, misturadas. São tantos pedacinhos de vazios que enchem minha alma de coragem, que me faz rodar e rodar, só pra ver o vestido balançar, as cores entrelaçarem. As formas então renovam, provocam a imaginação a ponto de saber que ilusões são necessárias, que criar feitiços é somente para surpreender com os acasos. Engraçado é o não saber nada, deixar tudo casual, normal, para que um dia, num certo momento, a paixão aconteça, o segredo apareça, as bocas se unam, o coração se abre e a forças combinam, a alma então, almejada, entregasse para um único e melhor instante de êxtase, um fluido de paz!

17 de mar de 2010


Seja solidário, devolva o sorriso!


Até os céus conspiram a nosso favor...

8 de mar de 2010

Dia-a-dia

Não ostento mais nada, nem idéias, nem ideais, nem pensamentos ou mesmo esses momentos
Simplesmente quero mudar, renovar, vivenciar, e criar outros horizontes
Cansei da constância, da rotina, nos conceitos e ainda mais do lugar, deste ar!
Quero paz de espírito e aqui não a encontro
Quero mais, muito mais do que sei que posso conseguir
Quero o além da linha da divisa, quero progredir
Quero o além do arco-íris, quero evoluir
Quero chegar ao por do sol, quero meu lugar ao sol
Quero paz, quero musica, quero amor, quero prosperidade
e muita saúde para chegar além do além, na verdade
Quero vida própria e não propriedades
Quero conquistar o mundo e espero que ele me conquiste
Quero a natureza em volta de mim!
Quero enfim...
planos que me deixem sem planos
mais nada de urbano
Quero cores, muitas cores!!

4 de mar de 2010

Auto-analise

A partir do momento que o ser humano é analisado, seja por outros ou por si, o olhar é retorcido. Como há maneiras de interpretar momentos, há necessidades de cumprir conceitos. Até o ponto de exclamação invadir todo e qualquer análise, desenvolvesse um pensamento, uma linha de raciocionio conforme a profundidade evolutiva de quem observa. Então surge a questão primordial em descobrir o que de fato as pessoas sentem quanto ao universo e suas forças. Talvez, analisar alguém não passe de uma maneira para criticar e absorver aquilo que o ser critico precisa desvendar dentro da própria auto-analise. Uma vez que, um sólido conceito é colocado para se pensar, ou uma cultura, o questionamento aparece e então acontece o que chamamos de observação da criação. Se, realmente, conseguisse criar conceitos em cima de estudos, as conclusões variam conforme a visão colocada na situação, ou seja, não existe análise real e certa, pois há tipos e formas de pré-conceitos e dons. A única anásile valida na vida é a auto-analise, pois é quando o seu consciente "predomina" com uma opinião sobre si, sendo esta uma verdade incosciente.