13 de jul de 2010

sonho incoerente

Acordei de um sonho real, então questionei-me onde de fato está o sonho? Quando dormimos, vivemos num plano que não há controle, ou mesmo consciência alguma, não há muito nexo ou tempo, há apenas imaginação, porém esta é sentida. Precisamos de oito horas para relaxar, dormir, se desligar, entretanto, desligamos somente o corpo, mais os sentidos, a imaginação, o subconsciente continua agindo mesmo você estando "desligado do mundo". Mais que mundo? Se sonho é denominado sendo algo maravilhoso no qual você controla, então quando dormimos não sonhamos, vivemos a realidade, pois sentimos as emoções, e não utilizamos da razão, já o sonho, para nós visto como realidade, considerado quando desejamos verdadeiramente algo, logo, atraímos isso, conclui que pode-se ser quem quiser e atrair o que quiser, portanto quando acordamos, acordamos para viver um sonho e não, de fato, a realidade, uma vez que controlamos nossas rotinas, administramos nosso "tempo" físico, nossa razão passa a agir conforme os condicionamentos que carregamos, tudo isso não passa de um sonho, mesmo porque sonho não é eterno, acaba, e nós acabamos junto com ele, quando morremos, nos desligamos enfim da matéria, contudo nosso espírito, alma ou energia vital continua a existir, ou seja, continua sua realidade tendo conquistado ou não o sonho, que pra nós hoje, a vida! O mais fascinante em si pensar nisso está justamente na ideia da palavra sonho, pois se vivemos em um, então este pode ser exactamente como imagina, sendo plausível pensar que a limitação é a nossa mente e impossível é inexistente, que fadas e duendes tem vida quando ganha credibilidade!