26 de nov de 2010

ao contrário


O que vem me contagiando para desabafar neste pequeno espaço de tantas informações que nos são jogadas a todos os segundos pelos meios de comunicação, é a cegueira humana que não enxerga sequer o próprio consumo de noticias delatadas por críticos incapazes de valorizar o essencial e que terminam sempre com as mesmas opiniões, melhor, julgamentos, do que vem ocorrendo nessa contra informação exacerbada ostentada sempre de más palavras e fundamentadas no que o edital acha conveniente ser exposto!
Incrivelmente, são poucos os textos que de fato possuem características livres, livres de interesses, conceitos ou egos! Quem assiste o Jornal da Globo, le a Folha de São Paulo e assina a revista Veja, me desculpem, mais compram distração, sim, distração, pois é isso que fundamenta a mente dos seres subordinados afim de uma mudança de foco para a real verdade! Não quero ser contraditória ou repetitiva, contudo, os assuntos dos séculos não mudam. Pode ser no ponto de ônibus, metrô ou bonde, nas escolas publicas, privadas, nos bares das universidades ou nos cafés e room das empresas, a novela, as desgraças, a pobreza, a reclamação de falta de educação, saúde e segurança continuam e sinto lhes informar, continuarão, pois os meios justificam sim os fins, e se não houver uma mudança na visão geral e individual de cada pessoa que consiste este plano de energia, este planeta denominado terra, nada mudará.
Quando aprendemos dentro de nossas casas, escolas e círculos sociais que os conceitos e valores tendem a permanecerem, afinal, são estes que definem o quão ética, moral e correta é sua essência, então, posso afirmar que a merda já esta fedendo a muito tempo!!!
Os meus argumentos são simples, objetivos e fáceis de compreender. Para ocorrer a mudança necessária, para acontecer a evolução, é preciso que os tampões caiam, junto com os conceitos, com as malhas de certo e errado, com a educação voltada ao capitalismo, com a forma de tratamento de diferenças sublimes, com as políticas da boa vizinhança, com as leis, com os muros e grades que disfarçam os bons dos maus.
Num mundo onde se pode tudo, encontrasse tudo, que é interligado de todas as maneiras possíveis e impossíveis, onde nasce todos os dias uma tecnologia que amanha já será passado, ainda há insatisfações, infelicidades, genocídios e o pior, a aceitação de tudo isso.
Se, eu disse se, este texto for compreendido, talvez, somente talvez, a visão seja voltada ao autoconhecimento e a necessidade de aprendermos a amar, e quando cito esta palavra é porque a maioria não ama, simplesmente julga-se amar, uma vez que esta divindade nos foi concebida, no entanto incompreendida até hoje. Afinal, são apenas quatro perguntas que consiste a vida.
O que é sagrado?
Do que é feito o espírito?
Por que vale a pena viver?
Por que vale a pena morrer?
Todas com a mesma resposta.
Só por amor!

3 de nov de 2010

Arnaldo Jabor

Depois de lido, não tive coragem de não divulgar...


Brasileiro é um povo solidário. Mentira. Brasileiro é babaca. Eleger para o cargo mais importante do Estado um sujeito que não tem escolaridade e preparo nem para ser gari, só porque tem uma história de vida sofrida; Pagar 40% de sua renda em tributos e ainda dar esmola para pobre na rua ao invés de cobrar do governo uma solução para pobreza; Aceitar que ONG's de direitos humanos fiquem dando pitaco na forma como tratamos nossa criminalidade. .. Não protestar cada vez que o governo compra colchões para presidiários que queimaram os deles de propósito, não é coisa de gente solidária.É coisa de gente otária. - Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão.
Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada. Depois de um massacre que durou quatro dias em São Paulo, ouvir o José Simão fazer piadinha a respeito e achar graça, é o mesmo que contar piada no enterro do pai.Brasileiro tem um sério problema.Quando surge um escândalo, ao invés de protestar e tomar providências como cidadão, ri feito bobo.
- Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira.
Brasileiro é vagabundo por excelência.O brasileiro tenta se enganar, fingindo que os políticos que ocupam cargos públicos no país, surgiram de Marte e pousaram em seus cargos, quando na verdade, são oriundos do povo. O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado ao ver um deputado receber 20 mil por mês, para trabalhar 3 dias e coçar o saco o resto da semana, também sente inveja e sabe lá no fundo que se estivesse no lugar dele faria o mesmo. Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo. - Brasileiro é um povo honesto. Mentira.
Já foi; hoje é uma qualidade em baixa.Se você oferecer 50 Euros a um policial europeu para ele não te autuar, provavelmente irá preso.Não por medo de ser pego, mas porque ele sabe ser errado aceitar propinas. O brasileiro, ao mesmo tempo em que fica indignado com o mensalão, pensa intimamente o que faria se arrumasse uma boquinha dessas, quando na realidade isso sequer deveria passar por sua cabeça.
- 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira..
Já foi.Historicamente, as favelas se iniciaram nos morros cariocas quando os negros e mulatos retornando da Guerra do Paraguai ali se instalaram.Naquela época quem morava lá era gente honesta, que não tinha outra alternativa e não concordava com o crime.Hoje a realidade é diferente.Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como 'aviãozinho' do tráfico para ganhar uma grana legal.Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3, mas não milhares de pessoas.Além disso, cooperariam com a polícia na identificação de criminosos, inibindo-os de montar suas bases de operação nas favelas.
- O Brasil é um pais democrático.. Mentira.
Num país democrático a vontade da maioria é Lei.A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente. Num país onde todos têm direitos mas ninguém tem obrigações, não existe democracia e sim, anarquia.Num país em que a maioria sucumbe bovinamente ante uma minoria barulhenta, não existe democracia, mas um simulacro hipócrita.Se tirarmos o pano do politicamente correto, veremos que vivemos numa sociedade feudal: um rei que detém o poder central (presidente e suas MPs), seguido de duques, condes, arquiduques e senhores feudais (ministros, senadores, deputados, prefeitos, vereadores).Todos sustentados pelo povo que paga tributos que têm como único fim, o pagamento dos privilégios do poder. E ainda somos obrigados a votar. Democracia isso? Pense!
O famoso jeitinho brasileiro.Na minha opinião, um dos maiores responsáveis pelo caos que se tornou a política brasileira.Brasileiro se acha malandro, muito esperto.Faz um 'gato' puxando a TV a cabo do vizinho e acha que está botando pra quebrar. No outro dia o caixa da padaria erra no troco e devolve 6 reais a mais, caramba, silenciosamente ele sai de lá com a felicidade de ter ganhado na loto.... malandrões, esquecem que pagam a maior taxa de juros do planeta e o retorno é zero. Zero saúde, zero emprego, zero educação, mas e daí?Afinal somos penta campeões do mundo né???Grande coisa...
O Brasil é o país do futuro. Caramba , meu avô dizia isso em 1950. Muitas vezes cheguei a imaginar em como seria a indignação e revolta dos meus avôs se ainda estivessem vivos.Dessa vergonha eles se safaram...Brasil, o país do futuro!?Hoje o futuro chegou e tivemos uma das piores taxas de crescimento do mundo.
Deus é brasileiro.Puxa, essa eu não vou nem comentar...
O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias nos jornais a manchete da vitória do governo mais sujo já visto em toda a história brasileira. Para finalizar tiro minha conclusão:
O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente.Aí sim, teremos todas as chances de ser a maior potência do planeta.Afinal aqui não tem terremoto, tsunami nem furacão.Temos petróleo, álcool, bio-diesel, e sem dúvida nenhuma o mais importante: Água doce!
Só falta boa vontade, será que é tão difícil assim?

25 de out de 2010

os pensamentos dominantes da mente
me levam a tardia conclusão
confundem as ideias de ostentação
não mais completas, agora são complexas
vontade não me falta de lhe tirar dos sonhos
ando acordando de reais situações,
sempre com sua imagem na cabeça
como uma peça, tirando, colocando, retirando, recolocando
entendo que ainda não chegou a hora
entendo que ainda busco outrora, confusões
sei que seu apelido, vem de ilusões
insisto na historia sem o personagem você
contudo, sempre luto, e de nada adianta
continua sendo, sem ser, meu final feliz

30 de set de 2010

contrapor

A fome de vida, de luta, de crença, hoje, me avassala
talvez de nada adiante minhas ideias
ou seja por loucura minha ou loucura social
mais garanto ao meu ser íntimo
que a desistência não pertence a meu entendimento
e nada que não seja energia, conseguira contrapor minhas realizações
por hora, mental
posso até vir a modificar minha visão
contudo, minha essência continua com fome!
O que seria dos dias ilumidados senão houvessem as madrugadas encantadas?

23 de ago de 2010

.....

Quando felicidade é vista como amor e este é visto como posse.
Quando livre arbitrio torna-se utopico, num mundo que vive de leis.
Quando verdades são condicionamentos religiosos
Quando trabalho é feito para ganhar dinheiro
Quando tempo é visto como curto e dominate da vida
Quando caridade e solidariedade tornasse programa de renda na emissora mais cara
Quando futebol para o mundo e ações sociais param em cima da mesa
Quando a natureza é alvo de usinas e hidrelétricas


Até quando?

16 de ago de 2010

Efeito avassalador

Quando esvazia-se de pensamentos, a mente fica livre
livre para concentrar-se em um único estado de espírito
livre para sentir a contagiante vibração que avassala os poros do corpo, tomando conta de todos os movimentos resultantes de um fluido
livre enfim para entregar-se a um mundo próprio, onde a única importância é o sentir do corpo, do pulo, dos pés em passos bailarinos, nas mãos estralando e da nítida sensação da vida, correndo dentro das veias num batuque acelerado da bateria avermelhada que temos no peito!
êxtase que deixa a boca seca, o corpo suado, quente, e nada importa, nada faz sentido, porque a dominação deste fenomeno já esta na respiração ofegante dos amantes da musica!



essa é a sensação que cabe por todas minhas concavidades quando ouço musica de verdade!

2 de ago de 2010

Energia Vital!

Sinto uma energia extasiante quando em contato com os elementos que dão sentido à vida! É mais nostalgia do que qualquer outra palavra, quando consigo sentir as águas da cachoeira entrarem nos poros dos meus pêlos e correr por todo meu corpo, a sinergia que evolve, mente, corpo e espírito. A beleza forte, precisa, selvagem e misteriosa que a natureza possui é magnifica. Em se pensar na destruição desta, é planejar a morte de todo e qualquer ser vivo! A necessidade em se encontrar nos ventos que embaraçam os cabelos, desnorteiam a mente e confortam os sentidos, é a certeza de uma existência de energia vital! É simplesmente uma fonte de paz! Dependemos unicamente deste amor, desta verdade, desta rusticidade, desta magia para purificação da carne e evolução do espírito. É isso que sinto quando subo em árvores, ou deito na grama, ou ando descalça, mergulho no mar, sinto o sol, o vento, o luar, a força da cachoeira, a ferocidade dos seres que contemplam a vida, a natureza!

20 de jul de 2010

prefiro as pessoas nuas!


Aquele calção já não me pertencia havia um tempo, porém continuava na minha estante de coisas impróprias ou importantes. o fato é que descobri que aquele mesmo calção ganhou pernas. a medida que ia descobrindo outras vestimentas, pude compreender que não se tratava mais de ostentar aquele bom e venho, companheiro em algumas horas e em outras duvidoso, calção. acho na verdade que o ciclo dele acabou, assim como termina vínculos que fazemos pelo caminho, pois é, o que tinha com ele, fechou. o engraçado é que por mais outras saias que possuo, sinto falta deste. compreendi então que tudo que nos fez feliz um dia, sentimos falta, não porque precisamos mais sim porque nos acostumamos com as vestimentas que usamos ao longo da vida. o difícil disso tudo é discernir as fantasias que usamos com a ilusão que criamos quando esta está em nós e muitas vezes confundimos a nudez com a roupagem. aí mora o disfarce!


PORTANTO, PREFIRO AS PESSOAS NUAS!


15 de jul de 2010

Definição é o tipo de palavra medíocre, simplesmente não sou adepta a esta e eis que surge o questionamento que esta em todos os lugares (orkut, provinha, teste idiotas, enquete): quem sou eu? Deste eu realmente não suporto, pois necessita-se de definição de adjectivos que qualifiquem atitudes minhas e outros que desqualifiquem. Engraçado essa merda toda que as pessoas insistem em colocar em "provinhas" de aprovação para empregos ou em livros de auto ajuda! Definir o que? Quando para cada qual a verdade muda de lado conforme os condicionamentos e conveniências em jogo, então definição é justamente a palavra errada! Puta, é realmente contraditório, pois as definições continuam aqueles mesmos clichés para demonstrar que você esta dentro do padrão, quando se fala cada vez mais da necessidade de conseguir a diferença! Sou apenas a pessoa que intimida por falar que não possui opinião diante de algo que não conhece, e as expressões não escondem a agunia em ouvir o necessário.

13 de jul de 2010

sonho incoerente

Acordei de um sonho real, então questionei-me onde de fato está o sonho? Quando dormimos, vivemos num plano que não há controle, ou mesmo consciência alguma, não há muito nexo ou tempo, há apenas imaginação, porém esta é sentida. Precisamos de oito horas para relaxar, dormir, se desligar, entretanto, desligamos somente o corpo, mais os sentidos, a imaginação, o subconsciente continua agindo mesmo você estando "desligado do mundo". Mais que mundo? Se sonho é denominado sendo algo maravilhoso no qual você controla, então quando dormimos não sonhamos, vivemos a realidade, pois sentimos as emoções, e não utilizamos da razão, já o sonho, para nós visto como realidade, considerado quando desejamos verdadeiramente algo, logo, atraímos isso, conclui que pode-se ser quem quiser e atrair o que quiser, portanto quando acordamos, acordamos para viver um sonho e não, de fato, a realidade, uma vez que controlamos nossas rotinas, administramos nosso "tempo" físico, nossa razão passa a agir conforme os condicionamentos que carregamos, tudo isso não passa de um sonho, mesmo porque sonho não é eterno, acaba, e nós acabamos junto com ele, quando morremos, nos desligamos enfim da matéria, contudo nosso espírito, alma ou energia vital continua a existir, ou seja, continua sua realidade tendo conquistado ou não o sonho, que pra nós hoje, a vida! O mais fascinante em si pensar nisso está justamente na ideia da palavra sonho, pois se vivemos em um, então este pode ser exactamente como imagina, sendo plausível pensar que a limitação é a nossa mente e impossível é inexistente, que fadas e duendes tem vida quando ganha credibilidade!

7 de jul de 2010

Escolhas

por mais escolhas que a vida nos insiste em fazer, vejo nitidamente o quanto ainda há muito o que se desenvolver. o engraçado deste fato é que nem sempre tomamos as melhores decisões, ou então, as que nos renda uma felicidade mais intensa. na verdade, creio mais e mais que não há como fugirmos de um destino. quando me refiro a este, sim, é porque acredito em sinais mandados pelos céus para chegarmos em uma nova visão. o que me deixa mais angustiada, é saber que em algum momento destas escolhas, terei que abrir mão de amores, de conceitos, e até de desilusões. Acredito que esta hora está chegando, sinto com uma força tão poderosa, que mais cedo ou mais tarde, abandonarei minha identidade Renata, criando uma nova, uma melhor, uma mais intensa, mais liberta, mais amena e mais pura. Sinceramente, não vejo muito sentido em continuar em rotinas que me deixam perdida, completamente perdida. Não quero um chão sólido, talvez minha busca seja pelos Lençóis de Maranhão, pelas festas de Parintins, pelas ocas de Roraima, pelas águas de Porto de Galinhas, pelas cachoeiras das Chapadas, enfim, pela imensidão que me aguarda, pelas estrelas e suas infinitas luzes... descobrir um pouco mais quem eu sou, o material que me criou!

1 de jul de 2010

Vida bandida


O pensamento hoje é apenas um, como o ser humano é fantástico! Não há limitações para qualquer coisa, a não ser as que colocamos. A divindade de tudo isso está além da nossa imaginação. Ontem, quando fui ao centro da cidade de Avaré, estava observando uns brincos estendidos na calçada, por um hippie, se assim posso chamá-lo, enfim, cumprimentei-o e a conversa fluiu. Percebi de imediato que são poucos a pararem para dialogar com o sujeito, penso eu que seja por conta de suas vestimentas ou então de suas idéias. O que, de fato me tocou, não foi nem as vestimentas, nem as idéias, mais sim a forma como o olhar daquele homem era totalmente fascinante, cuja bondade estava presente em todas suas atitudes e palavras. Aquilo me deixou mais contagiada ainda. A conserva se estendeu durante, acredito eu, uns 40 minutos. Não conseguia me despedir daquele ser com tantas experiências e ideias sensatas que proferia. Tive então, certeza, que o encantamento dos seres é totalmente independente de sua carcaça. O mais louco ainda em se pensar, como as pessoas não param para conhece-lo? São tantos lugares onde aquele nômade passou, já esteve presente com tantas culturas distintas, tantos lugares maravilhosos, tantas energias captou e possui dentro de si, por tantas poucas e boas já viveu. Esses homens são vistos como "vagabundos ambulantes" que só perambulam por ai, porem eu vejo diferente, enxergo um homem com visão, com ideias e ideais que estão além da linha do horizonte do restante dos seres, pois este mesmo homem, denominado como"hippie" é muito mais sábio, pois criou a oportunidade de conviver e presenciar, de viver com um próximo que jamais conheceu, em paz, em harmonia, apenas saboreando as diferenças e aprendendo com elas! A vida de grandes riquezas para alguns, é a vida de "vagabundos" para outros. Onde você quer estar?

17 de jun de 2010

Histórico Lendário de Idéias Multiplas


Cada banco, cada árvore, cada pássaro, cada morador
É um constante ouvinte de histórias
de relacionamentos que florescem, afloram e fecham
ali, os serem passam, permanecem, convivem e se vão
Cada qual com o seu ideal, é o que desvenda a lenda
É fascínio no semblante de quem inicia a rotina
Seus visitantes são simples, sofisticados, humildes, problemáticos
Perambulam pelas trilhas seja por saúde, por vaidade ou mesmo por vontade
O legal desse ambiente é que abriga tanta gente diferente
Gente com seus princípios, gente com seus livros,
com seus ideais, com seus sentimentos, com seus movimentos
Gente nova, gente jovem, gente idosa
É um guardador de silêncios e segredos
É um portal de diversidades
É o bosque da comunidade

7 de jun de 2010

longe demais das capitais


Inspiração é hoje, a palavra que me corroí
De onde estou, vejo apenas um azul sem fim
uma planta em um vaso
uma luz estasiante do sol que esta fazendo logo pela manha
carros que vem e vão com toda sua poluição
desejo, apenas um
caminhar em direção a um horizonte
apenas conseguir vivenciar esta caminhada
sem pensar em nada
deixar as oportunidades mostrarem
o quão bom é a vida sem limites
é a estrada sem paradas
viver assim é utopia demais das capitais
pra mim, apenas uma verdade próxima




Quanto mais conheço os homens, mais gosto do meu cachorro

Somos os frutos que colhemos.
Entretanto, alguns frutos passam, apodrecem
e a gente acaba não experimentando-os
É fato, quanto mais reconheço minhas atitudes
a percepção não ilude
Há valores que não correspondem o tradicional
Afinal, tradicional pra quem?
Tenho entendido que a integridade é totalmente particular
Assim como a verdade
Depende apenas dos olhos que enxergam
e as limitações são nítidas
Compreender as diferenças é o essencial
porem, primordial é a sinceridade nua e crua dos defeitos que temos

27 de mai de 2010

Novelas, noleveiras, nove(velas)

As vezes penso que não passo de uma idealista, poeta, romântica
Que enxerga o mundo com magia e pureza
Tenho certeza que condicionamento de valores é exatamente aquilo que não ostento
As vezes, me pego num momento de capitalismo exacerbado violento
Não vou me corromper, disso tenho ciência
Tenho tantos sonhos, planos, projetos, pensamentos, livros para escrever
Tem tantas beldades que aguardam serem cuidadas, ou mesmo descobertas
Vejo tudo por um formato tão distinto que a maioria
Ostento tantas coisas sem sentido para os de mais, que são a maioria
Não sei se sou extremista demasiada ou se valorizo muito meu livre-arbítrio
Sinceramente, não quero cair na enganação de utopias noveleiras
Das que você precisa ter status, dinheiro, carro zero e um bom apartamento com vista para a praia de copacabana
Me perdoem aqueles que necessitam disso para serem felizes
Porém, eu realmente não desejo que meus dias sejam "passados" por essa rotina
Simplesmente nasci com simples mente
E quero vida simples

26 de mai de 2010

Hoje acordei feliz, com uma sensação de que tudo na vida vale a pena quando temos a presença de seres extremamente especiais ao nosso redor

Acordei com uma alegria maravilhosa, com a vontade de viver assim, com essa felicidade toda que esta dentro de mim, eternamente!

O que nos trás uma excelente noite de sonhos..

O céu estava azulzão e cheio de esperança quando abri os olhos
Engraçado, penso constantemente sobre a bênção que nos foi, e é dada todos os dias e ainda vejo pessoas reclamando de tantas pequeninas situações.
O que falta no mundo é um pouco mais de visão, de percepção!

O que precisamos esta ai, bem em frente, todos os dias, todas as noites.
O que mais queremos?
Insatisfação é a palavra da década!

18 de mai de 2010

Perdas

Dias de solidão e de tristeza
Momentos dos quais não dá para esquecer, apenas superar
Vida, morte, viagem, desencarnar, passar para outro plano, ir para o céu
Seja lá a crença que as pessoas tem, hoje sinto vontade de chorar
É apenas uma criança, que carrega consigo uma esperança de vida
Sinto um aperto enorme no coração, não por ela, que com toda sua bondade e ingenuidade, certamente, ficará em plena paz
Me aperta o coração dos que deram a vida a este serzinho tão especial
A superação da saudades, a dor da perda, a aceitação disso tudo, a coragem e a fé que precisaram desenvolver para alcançar uma paz de espírito novamente
Que vontade de ter poderes especiais e conseguir trazer saude para quem, de fato, precisa
Que vontade de ter mãos que consigam curar essa ferida
Desejo apenas muita fé e amor para alcança-lo em pensamento.

14 de mai de 2010

Chapada Diamantina - BA

Paraiso singular
Vida simplis
Olhar certo, profundo, espetacular
Horizontes verdes, verdadeiros
Idéias e valores naturais
Momentos, sentimentos de lar
Lágrimas..
Vento, harmonia, energia que contagia
Nostalgia
Natureza, vivenciar essa pureza
Agua, cachoeira, maré do mar
Almejar Iemanjá
Flores, arvores, frutos
Divindade de atitudes
Magia de lugar
É onde quero estar..

10 de mai de 2010

Alegria de criança

Manhã passada, acordei com um homenzinho me chamando..
Quando abri os olhos, o vi
A boca, suja de chocolate, me ofereceu "bolaia" doce
os olhos bem grandes, esverdeados, com cílios compridos, diziam, come titia, come..
e os dentinhos, ah os dentinhos, aparecendo, mostrando um singelo sorriso
o frio da manha de domingo revelava bochechas vermelhas e uma alegria pairava em mim
um pique que criança tem, pensei, logo, levantei

é dia das mães, dia de festa, dia de almoço de família
dia de acordar assim, abençoada pela magia que este homenzinho cria em mim.

7 de mai de 2010

tudo termina em família


Ando por uma rotina meio demasiada..
é trabalho pra casa
casa pra faculdade
faculdade pra filmes
filmes pra poesia

vida social, normal
quartas no sesc
bar do portuga na segunda
e domingão é no balanço da rede

pra falar a verdade, gosto muito do domingo
é sempre igual..
sem hora para acordar
começar com uma brahma pra variar
petiscos e patês
com pão e conversa de montão
a comida fica pronta sempre mais tarde
a mesa cheia, família reunida, almoço de verdade
após união da mulherada, acaba a arrumação
tem a rede pra cochilar, a tv pra consolar
mas prefiro o violão, pra me acalmar
ao despertar, mais brahma pra continuar
a conversa de domingo
os jogos de bingo
tudo é diversão
domingo termina com o pensamento e aconchego da reunião...
... familiar!

23 de abr de 2010

É assim que flui as perguntas

Eu me perco, e logo, me acho
porem, não me encontro
e penso, como posso perder o que nunca encontrei?

entao, penso novamente, percebo que nunca me perdi!
apenas ainda não me encontrei...

dentro de mim, apenas sou eu, nua, sem máscaras
essa é a verdade unânime, é o íntimo, as incertezas do desconhecido
a busca do auto-conhecimento

concluo que é preciso vários planos para nos encontrarmos em um único, deles.

8 de abr de 2010

Don Juan




Have You Ever Really Loved A Woman? (Bryan Adams)
To really love a woman, to understand her
You've got to know her deep inside
Hear every thought, see every dream
And give her wings when she wants to fly
Then when you find yourself lying
Helpless in her arms
You know you really love a woman

CHORUS:
When you love a woman
You tell her that she's really wanted
When you love a woman
You tell her that she's the one
'Cause she needs somebody to tell her
That it's gonna last forever
So tell me, have you ever really
Really, really ever loved a woman?.

To really love a woman, let her hold you
'Til you know how she needs to be touched
You've got to breathe her, really taste her
'Til you can feel her in your blood
And when you can see your unborn children in her eyes
You know you really love a woman.

CHORUS:
When you love a woman
You tell her that she's really wanted
When you love a woman
You tell her that she's the one
'Cause she needs somebody
To tell her that you'll always be together
So tell me have you ever really
Really, really ever loved a woman?

You've got to give her some faith
Hold her tight, a little tenderness
You've got to treat her right
She will be there for you, taking good, care of you
You really gotta love your woman, yeah.
And when you find yourself lying helpless in her arms
You know you really love a woman.

CHORUS:
When you love a woman,
You tell her that she's really wanted.
When you love a woman,
You tell her that she's the one.
She needs somebody
To tell her that it's gonna last forever.
So tell me, have you ever really
Really, really ever loved a woman? yeah
Just tell me, have you ever really
Really, really ever loved a woman?
Oh! Just tell me, have you ever really
Really, really ever loved a woman?

Trilha sonora do filme: Don Juan de Marco
Sinopse:
Um rapaz usando uma máscara negra, ameaça jogar –se do alto de um edifício. O jovem afirma ser Don Juan, o lendário conquistador de mulheres. Por ter perdido seu primeiro e verdadeiro amor, caiu num estado de depressão profunda. O psiquiatra Jack Mickller é chamado para salvá-lo. No início, o psiquiatra parece cansado, pronto para se aposentar. Mas, a medida que Don Juan começa a descrever sua vida amorosa, Jack sente-se revigorado. Ambos se envolvem num curioso relacionamento que beneficia até a mulher do psiquiatra, sempre relegada a segundo plano pelo marido.

Indico para todos, o filme simplismente muda sua vida, sua visão, seu amor!

1 de abr de 2010

Harmônica Mente

Mente consciente sempre será da gente
Harmonia entre as alegrias que submergem as euforias
De viver em plena lua cheia, cheia de vibrações positivas
Ativa a circulação, a emoção cósmica cômica
Das insinuações que os acasos apontam
Das pontinhas azulzinhas que transformam o céu em véu de imaginação
Alçapão de sentimentos e ventos que levam a querer estar entre nuvens e arco-íris
Instante de paz de espírito fulminante
Invade toda e qualquer bondade
Dentro da gente há sempre dois lados
Alcançar o equilíbrio é o livre arbítrio preciso
Vida de espírito e corpo
Desejos de ambos, porém distintos
Nada que um vinho tinto não desvenda
Serenidade e vaidade
Contradições em proporções

28 de mar de 2010

Entre(laços)

Engraçado esse amor todo que paira dentro de mim, é tanto, é tanta alegria, tanta felicidade e tantas coisas juntas, misturadas. São tantos pedacinhos de vazios que enchem minha alma de coragem, que me faz rodar e rodar, só pra ver o vestido balançar, as cores entrelaçarem. As formas então renovam, provocam a imaginação a ponto de saber que ilusões são necessárias, que criar feitiços é somente para surpreender com os acasos. Engraçado é o não saber nada, deixar tudo casual, normal, para que um dia, num certo momento, a paixão aconteça, o segredo apareça, as bocas se unam, o coração se abre e a forças combinam, a alma então, almejada, entregasse para um único e melhor instante de êxtase, um fluido de paz!

17 de mar de 2010


Seja solidário, devolva o sorriso!


Até os céus conspiram a nosso favor...

8 de mar de 2010

Dia-a-dia

Não ostento mais nada, nem idéias, nem ideais, nem pensamentos ou mesmo esses momentos
Simplesmente quero mudar, renovar, vivenciar, e criar outros horizontes
Cansei da constância, da rotina, nos conceitos e ainda mais do lugar, deste ar!
Quero paz de espírito e aqui não a encontro
Quero mais, muito mais do que sei que posso conseguir
Quero o além da linha da divisa, quero progredir
Quero o além do arco-íris, quero evoluir
Quero chegar ao por do sol, quero meu lugar ao sol
Quero paz, quero musica, quero amor, quero prosperidade
e muita saúde para chegar além do além, na verdade
Quero vida própria e não propriedades
Quero conquistar o mundo e espero que ele me conquiste
Quero a natureza em volta de mim!
Quero enfim...
planos que me deixem sem planos
mais nada de urbano
Quero cores, muitas cores!!

4 de mar de 2010

Auto-analise

A partir do momento que o ser humano é analisado, seja por outros ou por si, o olhar é retorcido. Como há maneiras de interpretar momentos, há necessidades de cumprir conceitos. Até o ponto de exclamação invadir todo e qualquer análise, desenvolvesse um pensamento, uma linha de raciocionio conforme a profundidade evolutiva de quem observa. Então surge a questão primordial em descobrir o que de fato as pessoas sentem quanto ao universo e suas forças. Talvez, analisar alguém não passe de uma maneira para criticar e absorver aquilo que o ser critico precisa desvendar dentro da própria auto-analise. Uma vez que, um sólido conceito é colocado para se pensar, ou uma cultura, o questionamento aparece e então acontece o que chamamos de observação da criação. Se, realmente, conseguisse criar conceitos em cima de estudos, as conclusões variam conforme a visão colocada na situação, ou seja, não existe análise real e certa, pois há tipos e formas de pré-conceitos e dons. A única anásile valida na vida é a auto-analise, pois é quando o seu consciente "predomina" com uma opinião sobre si, sendo esta uma verdade incosciente.

12 de fev de 2010

Horizontes


Tantos horizontes a serem avistados
Tantos oceanos a serem visitados
Tantas estradas a serem seguidas
Tantos arco-íris para passarem
O limite está em nossa mente!
Quanto pôr-do-sol ainda pode ver..
Por quantos cânions ainda quer passar..
Por quantas águas poderá mergulhar..
A vida é uma eterna escolha
São tantos lugares
São tantos sonhos
São tantas culturas
Descobertas, fenômenos, vitalidades
Coisas que estão ai, para serem vistas
Para serem sentidas
Para simplesmente serem VIVENCIADAS

Porém, as utopias continuam as mesmas
As ideologias também
Casa própria, carro do ano
Cargo superior em multinacionais
E o tempo? E os horizontes?
Se vão..


Assim como o vento, o ser humano esta adapto a qualquer habitat
Pena não saber disso!


A preciosidade que nos foi concebida chamasse Liberdade.
Então, porque ainda insistimos em prisões?

29 de jan de 2010

VIVA A LIBERDADE


A caminho da sabedoria
trilhos que levam a magia
pensamentos que voam longe
instante emocionante
sinto energias positivas
que inspira
que respira
vitalidade e bondade
salve a humanidade
de tanta futilidade
ha algo mais solido e real
senao esse momento tao especial?
Apresento-lhes a estrada para a fecilidade!
VIVA A LIBERDADE

22 de jan de 2010


Idéias
as vezes brandas
as vezes concretas
as vezes utópicas
Atitudes
nem sempre claras
nem sempre concretizadas
porém, sempre suas
Razão
certa e errada
teimosa e caprichosa
as vezes sim outras não
União
forçada ou desejada
simples ou complicada
entrelaçada
Amor
sublime, puro
raro, profundo
cor de dor no azul do céu
felicidade manifestada
alma amada

21 de jan de 2010

Mae Gentil


Não acredito no dito do político

Promessas essas que faz iludir

O povo que de ovo vive e de osso sente

A dor de pôr a criança do calor da roça

Maldito político que cala a fala com cestas básicas

Educação, união e pão são os alimentos da população

Verdade vista, mais coagida, fingida

É fato consumado pelo ato do interesse nato

Pés descalços cansados do asfalto que fere

A alma

Já a nobreza com sua grandeza carrega o fardo da pobreza

De espírito

Dignidade estampada nas verdades das matas

Oh Mãe Gentil, livrai o Brasil da ganância desta gente hostil